Pasme-se

Depois de se ter lido que os Operários da CP (ex-EMEF) estão a ser menos prejudicados, na Pandemia, que os trabalhadores do serviço comercial, o que é, no mínimo de pasmar, lê-se agora que, os que escreveram isso decretaram greve na empresa, infelizmente uma das mais afectadas nas suas receitas, com o actual surto pandémico, mas felizmente uma das que melhor cumpriu os Direitos dos Trabalhadores. Tal acontece quando, e apesar da fortíssima queda de receitas, deu-se inicio à negociação do Regulamento de Carreiras.

Há direcções, e pessoas nelas, que conseguem ser ainda mais "tóxicas" que a própria pandemia, ou então, têm saudades dos cortes salariais e outros feitos dos governos de Direita, em que até o secular Direito às concessões foi retirado, mas, eles, apareciam todos lampeiros na SIC...
Voltar atrás