Conclusões da reunião sindical de hoje

As organizações de trabalhadores ferroviários, presentes na reunião de hoje, ás 14 horas na sala da CT da CP, concluíram:

Que na reunião de hoje com o Secretário de Estado, não há dado nenhum concreto que altere as reivindicações e as razões da luta que se tem levado a efeito;

Que é importante continuar a haver um empenho grande na procura do reforço da unidade na acção das diversas organizações de trabalhadores;

Que, o que os trabalhadores têm garantido, neste momento, é que a partir do dia 3 de Dezembro, entra em vigor o decreto-lei 133/2013, que tem como carácter imperativo, a redução do valor do pagamento do trabalho extraordinário, das ajudas de custo, sem que, até hoje, as empresas se pronunciassem sobre o que vão fazer a partir desta data;

Que face ao referido no ponto anterior, decidiram discutir com as respectivas direcções a entrega de um pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário, ao trabalho em dia de descanso semanal, ao trabalho em dia de feriado, ao trabalho nas situações de deslocação com ajudas de custo pagas por valor inferior ao AE, entre outras, para o período de dia 3 de Dezembro de 2013, a 2 de Janeiro de 2014.

O projecto de pré-avisos de greve para a CP, CP-Carga, REFER e EMEF, foi enviado hoje para as organizações presentes na reunião, que devem dar os seus contributos até ao meio dia de segunda feira. O mesmo será enviado às organizações não presentes que o solicitarem;

Pela necessidade e envio à administração da CP, de um oficio a informar que aguardam a marcação da reunião, assumida pelo presidente da CP, no passado dia 29 de Outubro;

Que na procura do reforço da unidade de todas as estruturas de trabalhadores, decidiram marcar nova reunião, para o dia 28 de Novembro, pelas 14 horas na sede da CT da CP, aberta a todas as organizações sem excepção.

Lisboa, 15 Novembro 2013
Voltar atrás