EMEF, o contrato ruinoso da MdP

Desde 1 de janeiro de 2015 que a EMEF tem um contrato para a manutenção da frota do MdP que é ruinoso. Mês após mês a EMEF perde milhares de euros, já foi ultrapassado a casa de um milhão de euros.

Tal resultou de um negócio, montado pela antiga presidente da empresa e o ex-secretário de estado, que deram a sua aquiescência para contratualizarem o serviço em valor 50 a 60% abaixo do que a MdP pagava à Bombardier e à EMEF!

O negócio era o chamariz para que Operadores Privadas viessem a concurso para a exploração do serviço. Ou seja, o prejuízo da EMEF pública (a Bombardier foi-se queixar a Bruxelas) era a atracção de lucro para o Operador privado.

Entretanto com novo governo pensava-se que o assunto iria ser resolvido com bom senso, acabando com o prejuízo da EMEF, mas eis que aparece a Barraqueiro a querer um valor para a manutenção que mantem a EMEF no vermelho!!! Ao que parece o secretário de estado não discordou!

Tudo isto se passa com a indiferença habitual, ninguém protesta, toda a gente considera natural, ninguém defende a Empresa! Tudo tem medo de falar com um murro na mesa e dizer Acabou!!!

A EMEF nem sequer tem autorização para admitir os trabalhadores de que necessita para fazer o trabalho. Estão todos como trabalhadores temporários e ainda paga penalidades!!!

Tristes tempos estes em que a cobardia prolifera.
Voltar atrás