AE\RC EMEF Informação (corrigido)

Prosseguiram, hoje, as negociações do AE e RC/EMEF, instrumento de regulamentação colectiva de trabalho que acompanhará os trabalhadores da Empresa no processo de integração na CP.

Clausulado Geral encontra-se praticamente fechado, não constitui qualquer problema.

Cláusulas de expressão pecuniária A Empresa declarou como aceites a integração do suplemento de 23€ e 16€ na tabela indiciária, com efeitos a 01 de Janeiro, assim como, o valor de 6€ para o subsídio por acumulação da função de motorista.
Não apresentou novos valores para as restantes.

Regulamento de Carreiras A Empresa apresentou uma proposta de aumento de 25€ para o índice 125 (início de carreira de operário) que passaria a ser de 784,68€ (736,58€+23€+25€) e para o índice 170 que passaria a 1043,42€ (995,42€+23€+25€). Para os restantes graus indiciários a Empresa admite alguma actualização, mas de valor substancialmente mais reduzido.

Foi dito, pelos Sindicatos, que a actualização é devida a todos os trabalhadores e que a Empresa também deve apresentar uma proposta para novos tempos de permanência nos graus indiciários diminuindo substancialmente os dos inícios de carreira.

É de toda a conveniência da Empresa que assim seja, porque há o risco de a EMEF admitir trabalhadores e após a sua formação de 1 a 2 anos, virem a ser tentados por outras empresas que praticam vencimentos mais elevados. Situação que tem provocado baixas significativas na EMEF/Guifões e até na UMAV.

Se é verdade que o recrutamento a Norte é mais fácil, também é verdade que, aí, os trabalhadores com alguma experiência profissional são, de imediato, assediados por outras empresas. A EMEF na sua proposta não pode esquecer esta realidade e deve, para além de vencimentos mais elevados no inicio de carreira, ter em consideração promoções mais rápidas e ganhar margem de manobra para manter os trabalhadores.

Caso assim não seja, a Empresa, arrisca a não passar de um entreposto de trabalhadores, onde fazem a Formação e depois saem para outras realidades.

A EMEF vai reflectir nas questões colocadas e disse que na próxima reunião no dia 25, já com um novo responsável, sic terá condições de avançar.
Voltar atrás