Acordo de Empresa da EMEF

Terminou a última negociação EMEF. O que hoje se assinou é garantir os 4 meses que faltam para a integração da empresa na CP.
1.º - Assinou-se o texto do clausulado geral do novo AE/EMEF.
2.º - Garantiu-se um aumento de 25€ para todos os trabalhadores.
3.º - Garantiu-se a integração no salário do complemento salarial de 23/16€ do ano passado.
4.º - Garantiu-se um salário de 796,11€ para o inicio de carreira de operário (passa ao índice 127) o que significa uma diferença para mais de 60€.
5.º - Garantiu-se que o processo de integração no RC/CP será negociado, não será a pura e simples extinção do AE/RC EMEF ao fim de um ano, como a lei prevê quando não existem negociações, e até se menciona como prioritário a redução do tempo de permanência, para efeitos de promoção, no índice 127, afim de garantir que quem é admitido encontra motivos para ficar e não sai logo que sabem fazer alguma coisa.
6.º - Garantiu-se que os contratados a termo certo devem ser admitidos logos que possível.

Ainda sobre o RC optou-se esperar pelo resultado das negociações do RC/CP que serão certamente mais frutuosas que as na EMEF. Alguém acredita que se fariam negociações sérias, sobre este tema, numa empresa que vai acabar daqui a pouco mais de 3 meses? Alguém de boa fé acredita nisto?

Como todos sabem o Sindefer foi contra a integração na CP e não mudou a sua posição de principio, as negociações autónomas acabaram, é uma consequência, boa ou má o futuro o dirá, portanto não venham agora arautos da integração dizer que se devia ter negociado o RC. "Sol na eira e chuva no nabal" só na cabeça de tontinhos.

Cliquem aqui para lerem, na íntegra, o Acordo obtido.

Nota final
O Sindicato novo conseguiu o mesmo dos Sindicatos Clássicos. Nada de novo, portanto!
Voltar atrás