SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
O TdC e os Contratos CP/EMEF (act)
O recurso da CP para o TdC referentes aos contratos para o 1.º trimestre de 2018 foi aceite para análise. Como todos os montantes estarão abaixo dos 950.000€ a CP pode mandar pagar, mesmo que, não haja visto.

Entretanto corre, em paralelo, o pedido de visto prévio do TdC para os restantes 9 meses do ano. Contratos cujos montantes são todos superiores a 950.000€ e, neste caso, sem o visto prévio do TdC, a CP não pode mandar fazer obra. O prazo de 30 dias para resposta do TdC está a decorrer.

Tudo isto está a acontecer, porque a equipa do sr. Queiró esteve, durante quase três anos, a borrifar-se para o TdC. Não fizeram a "ponta de um corno" mas há muito boa gente, na CP e na EMEF, que os acharam um máximo. Um dia destes ainda transcrevemos o que diziam. Obvimente dirão que é mentira, já estão noutra!!!

Depois veio o nosso estimado Abrantes Machado, pessoa civilizado, mas tudo continuou, demasiado tempo, na mesma. Agora estão dependentes da boa vontade do TdC, até porque se não houver boa vontade...

Pronto é isto. Mas mesmo assim, ao que dizem, a EMEF deu 6,8 milhões de lucros em 2017.

Nota
Manda a verdade que se realce o comportamento do anterior Director Geral, Castanho Ribeiro, que, por diversas vezes, chamou a atenção ao Sr. Queiró e ao Gabinete do Secretário de Estado, para o perigo do que se estava a passar, perante as exigências do TdC e não só, e que viria a pedir a demissão do cargo em total discordância com os caminhos que estavam a ser impostos à EMEF.
Voltar atrás