SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
EMEF | minguar até desaparecer (SINFB)

A estratégia do CA da EMEF é de fazer minguar a empresa, o mais rapidamente possível, até que não passe de mais um prestador de serviços para manutenção e reparação de comboios da CP.

Não esquecer que as locomotivas eléctricas são já de responsabilidade da Siemens, que é quem manda no SIMEF, e, como é do conhecimento geral, há muito pretende entrar na reparação do material rebocado de passageiros (carruagens corail e modernizadas).

Nestes últimos dias, o CA, anda num frenesi a seleccionar o pessoal que poderá passar para a Medway, tendo em conta o fim do contrato de reparação de vagões em Julho próximo.

Por outro lado, a nível do MdP, os contratos prosseguem para a criação de um ACE o mais rapidamente possível. O que sobrar será a EMEF do "regresso ao futuro", como muito gostam de afirmar os nossos camaradas da CGTP. Esquecem é que é uma espécie de mini, mini, Emef, que regressa não ao futuro mas sim ao passado.

Esta é a Verdade por muitas voltas que tentem dar com o populismo com que sempre se referiram ao assunto. Contra isto nos bateremos até ao fim, porque é uma fraude!!!

Sem pressa, nisso o CA da EMEF é muito paciente, continua o inicio das negociações do RC, da Tabela Indiciária e dos Subsídios de Turno. Ao que parece têm a proposta feita mas estão à espera de autorização do Governo. Para este nível de autonomia, bastava ter dois contínuos no CA que se deslocariam, de vez em quando à Tutela, para receber as ordens e depois transmiti-las à estrutura hierárquica da Empresa. Sempre saía mais barato.

Se até ao dia 24 não se iniciarem as negociações, os Trabalhadores da EMEF, só farão Horas Extraordinárias se assim o quiserem. Para o efeito foi entregue um Pré Aviso de Greve na Empresa.

Comunicado subscrito pelo Sindefer e SINFB
Voltar atrás