SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
Visto do TdC exige salamização até Setembro

O visto do TdC obriga a que seja cumprida a estratégia proposta pelo CP, ou seja, a existência de uma EMEF para a CP e dois ACE,s, um com a Medway e outro no âmbito do MdP. A EMEF será minoritária nos ACE,s a criar.

Para já ficam de fora áreas de trabalho CP como Carruagens e UMAV. A estratégia está ainda a ser desenhada e será justificada em nome da falta de know-how, por não admissão atempada de trabalhadores, o que não é mentira, mas foi um cenário preparado para aqui chegar.

Com papas e bolos se enganam os tolos e os lucros provenientes de refinada engenharia financeira, foram utilizados para, por um lado, retirar argumentos aos que pacientemente vêm a alertar, há mais de 3 anos, para o fim da empresa, enquanto a maior metalomecânica do país, e, por outro lado, dar "credibilidade" a quem esteve e está na empresa, desde 2013, com o único objectivo de levar a bom porto esta operação de salamização, tal como, o fizeram com a tentativa de privatização e entraram, sem problemas de maior, nas "golpadas" de Sérgio Monteiro e Cia, em 2014, na negociação do contrato da MdP, onde começou a derrocada da EMEF, com a queixa da Bombardier em Bruxelas.

Resta agora impor ao CA as negociações para o RC, Tabela Indiciária e Subsídios de Turno e, nesse sentido, o Sindefer, reunirá hoje, com outras organizações sindicais, para analisar quais os melhores caminhos a trilhar em conjunto nestas matérias.

Leia a estratégia enviada ao TdC em Novembro passado, aqui. O importante a ler é o Anexo II e seguintes.
Voltar atrás