SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
A ferrovia num beco

A IP anuncia investimentos no caminho de ferro que depois se vão atrasando todos os dias, todas as semanas, todos os meses, todos os anos, enquanto a infra-estrutura se degrada, dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano.

Por sua vez, a CP é confrontada dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano, com um material circulante envelhecido, algum mesmo caduco, que vai ficando imobilizado em número cada vez maior, dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano.

A "fechar" o beco, a EMEF, parte-se em ACE,s feitos à medida e à pressa, para agradar ao TdC, enquanto, por outro lado, se vai esvaindo de conhecimento e de pessoas. O resultado está patente na incapacidade de responder às necessidades dos Clientes, sobretudo a CP.

Os Gestores, esses, falam dos lucros resultantes de engenharias financeiras, ou da diminuição de prejuízos transformando a degradação em êxitos diários de qualquer coisa a que os "marketeiros", ao seu serviço, dão publicidade em notas informativas de interesse zero.

Os gestores são os executores desta politica e não os vemos pronunciar-se contra ou a demitirem-se dos seus lugares, pelo contrário!
Voltar atrás