SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
O caos
Tudo isto era previsível, desde, pelos menos, 2015. Quem avisava era apelidado de velho do Restelo, era marginalizado, não era pura e simplesmente ouvido. O secretário de estado, Guilherme de Oliveira Martins, foi avisado, repetidamente, por diversas pessoas, que isto ia acontecer, mas nada foi feito em tempo útil. Agora é o caos.
O presidente da EMEF e administrador da CP (Abrantes Machado), foi substituído (Julho) pelo presidente da CP (Carlos Nogueira) que marcou para dois meses depois (Setembro) a primeira reunião com a Direcção da Empresa. Entretanto convidou três Quadros para assumirem os lugares de Director Geral e Directores Coordenadores, mas nunca mais lhes disse nada, optou por manter a mesma estrutura e as mesmas pessoas, cuja capacidade manifestamente reconhecida é estarem de acordo com tudo e o seu contrário.
Toda esta gente devia ser Demitida, a começar pelo ministro.


Caos em comboio da CP com passageiros de pé e ao monte entre Tomar e Lisboa

TVI testemunhou a viagem de uma hora e meia sem condições de conforto e segurança, com centenas de utentes a viajarem de pé, num amontado de pessoas. Nos comboios em causa há quem pague mais de 230 euros de passe mensal.


Veja aqui o vídeo.
Voltar atrás