SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
Nós bem avisámos...

A Empresa informou os trabalhadores dos novos valores no subsídio de refeição, nas diuturnidades, no subsídio de escala e no subsidio de turno.

Nada informou sobre a actualização salarial de 15€ a partir de 1 de Dezembro nem da redução do valor do subsídio de transporte e ou a sua eliminação a alguns trabalhadores.

A Empresa, também, nada informa do aumento dos prémios de carreira profissional e ou os valores dos novos prémios/subsídios que, num caso, absorve o prémio de produtividade.

E é aqui que está o cerne da questão, a criação desses prémios/subsídios só é possível pela acentuada redução do aumento salarial dos trabalhadores que não têm direitos aos mesmos, ou seja, a história do costume agora agravada, por incapacidade de os Responsáveis vislumbrarem as consequências no futuro...

As coisas são o que são, não queremos tirar partido das insuficiências demonstradas, que não nos surpreendem, para coordenar a gestão dos recursos humanos, numa empresa tão difícil de gerir como é a CP, mas isto não pode passar em claro, não pode ficar apenas pelos bastidores da negociação.

Os trabalhadores não abrangidos pelos novos prémios/subsídios ou pelo aumento real de um outro, não podem ficar a "chuchar no dedo". Temos a noção que a asneira está feita, que não é passível de correcção, mas pode ser mitigada e estamos dispostos a ajudar a encontrar uma solução que embora má, dadas as circunstâncias, será melhor que nenhuma solução.

Uma Empresa não pode, não deve ter filhos e enteados e o que está a acontecer é o pior cartão de visita que se pode apresentar ao trabalhadores da EMEF que serão integrados na CP em 01 de Janeiro. Nós avisámos...
Voltar atrás