SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
UTE’s fazem rotação do serviço Alfa Pendular

A 1.ª classe do novo Pendular após o efeito Guimarães...

O Alfa Pendular (automotora 4002) da CP Comboios de Portugal que fazia o serviço Lisboa-Guimarães arreou no Entroncamento na manhã de terça-feira. Os passageiros seguiram viagem em automotora UTE (Unidade Tripla Eléctrica) associada ao serviço Intercidades.

Por motivo de avaria, a CP informou que "se verificou a necessidade de proceder a transbordo em parte do trajecto referido". A opção pela utilização da UTE da serie 2240 "deveu-se ao facto de ser a situação mais expedita e menos penalizadora para os clientes", explicou a empresa.

No entanto, no meio ferroviário, também se fala do desgaste do material circulante no corredor Lisboa-Guimarães. Outros cenários de transbordo, tendo o Alfa Pendular como protagonista, têm ocorrido com o comboio no Porto.

O prolongamento da ligação a Guimarães pode explicar o completar da oferta do serviço Alfa Pendular com as automotoras UTE's. O traçado sinuoso da extensão, avança a Comissão de Trabalhadores da CP, veio colocar mais pressão na manutenção da série de 10 automotoras bandeira do operador.

"Uma linha com curvas apertadíssimas - a mais apertada da rede nacional, Covas, com menos de 200 metros de raio - acelera a degradação do material circulante e, na prática, limita o tempo de percurso que fica idêntico ao de um suburbano," adianta a organização no à Tabela 125.

A compor o quadro está o facto das unidades já terem ultrapassarem metade do ciclo de vida útil em 2010. Mas a revisão de meia vida só se iniciou no final de 2016. Mesmo assim quase por obrigação. Um incêndio na automotora 4009 despoletou a entrada da série em R1.

"Esta nova rotação significa ainda que aquele comboio tem menos uma passagem pela oficina de Porto Contumil. Quando há uma avaria grave - que é comum pois já deviam ter feito R1 há anos - o comboio fica pelo Porto e os passageiros são obrigados a fazer um transbordo para uma UTE 2240 que os leva até Guimarães", lê-se ainda na publicação.

Artigo completo encontra-se disponível para subscritores.

Com a unidade 4009 em intervenção R1 no Entroncamento, a CP adiantou que o "CPA 4002 encontra-se neste momento a fazer manutenção planeada na oficina, de acordo com a programação semanal", no Porto. O problema, segundo conseguimos apurar, ficou a dever-se a uma avaria com o pantógrafo.

Entretanto a saída de oficina da automotora 4009 pode estar para muito breve. Há mesmo quem aponte que a apresentação pode acontecer em Lisboa Santa Apolónia no inicio da semana.

Aqui
Voltar atrás