SINDEFER

Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia

Acordos EmpresaBreve HistorialEstatutosHistóricoContactos

 

 
Quem avisa amigo é!

Aqueles que vêm com duas EMEF, outra coisa não defendem, de forma envergonhada é certo, que o regresso à CP.

A outra EMEF a que fica de fora servirá apenas para cumprir calendário, o que resta dos contratos com a MdP e a Medway, depois vai à vida. Uma coisa é certa, para haver EMEF, só pode haver uma, duas EMEF é conversa da treta, com consequências complicadas para quem ficar na 2.ª e nos serviços de apoio.

Não esquecer que embora tenha mudado o governo não mudou a mentalidade dos gestores do sector são os mesmos. Quase todos eles alinharam na converseta da privatização falhada da EMEF e, mais grave, apoiaram, nesse desiderato, a senhorita que agora está com uma sinecura de mais de 13.000€ mês.

Na cabeça deles, nada mudou, têm uma visão neo liberal das empresas e, em ultima análise, a única função da empresa, mesmo as de puro serviço público às populações, como os transportes, é ter lucro.

Voltar atrás